Projeto Conexão Educação


 

A Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro está sempre procurando inovar. Pensando na melhoria dos resultados escolares, lançou o projeto Conexão Educação, repleto de ferramentas para os docentes e funcionários da rede pública de ensino.

Nesse artigo vamos falar sobre como funciona o projeto Conexão Educação, quais os seus destinatários, quais as ferramentas disponíveis e como fazer uso de cada uma delas. Trata-se de um guia completo para que você, profissional da educação, possa tirar o maior proveito possível dessa plataforma.

O que é o projeto Conexão Educação

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, o projeto Conexão Educação foi criado para permitir o aperfeiçoamento dos processos na área da educação. Sabemos que o mundo está evoluindo, deixando para trás velhos hábitos, técnicas e ferramentas.

Essa evolução chegou ao sistema educacional, que está explorando cada vez mais as ferramentas tecnológicas. Basta observar, por exemplo, o uso de computadores, quadros brancos (no lugar dos quadros negros) e atividades mais dinâmicas em sala de aula. Tudo para melhorar os resultados escolares.

O projeto Conexão Educação é uma manifestação dessa tendência: a evolução dos métodos de ensino e aprendizagem. E como ele faz isso? Através da otimização do tempo dos professores, funcionários e diretores das unidades escolares, que podem passar mais tempo cuidando do ensino.

Vamos explicar detalhadamente como funciona o projeto Conexão Educação a seguir. Trata-se de um projeto novo, que a cada ano ganha novas ferramentas. Por isso existem guias e tutorias indicando como os agentes que atuam nas escolas devem se comportar. As informações a seguir vão te ajudar.

Como funciona o projeto Conexão Educação

As pessoas que trabalham na rede pública de ensino possuem uma jornada muito extensa de trabalho. Se engana quem pensa que os professores só estão ocupados durante o período em que estão efetivamente na escola.

Quando chegam em casa precisam corrigir avaliações, preparar novas, preencher a frequência da turma e muito mais. Todas essas tarefas demandam tempo e disposição do professor. Um dos grandes macetes do projeto Conexão Educação é justamente reduzir esse tempo, facilitando a vida dos profissionais.

Para que isso seja possível, foram criadas ferramentas, muitas delas digitais, para simplificar os processos, economizar tempo e reduzir a burocracia. Uma dessas ferramentas é o lançamento digital de notas e frequência.

Se antes os professores eram obrigados a preencher esses dados manualmente, agora tudo pode ser feito pelo computador. Basta que o profissional acesse o portal, com os seus dados de cadastro, e registre a nota de cada aluno, de forma sistemática. O sistema é dinâmico e facilita muito o preenchimento.

Principais ferramentas do projeto Conexão Educação

Existem muitas ferramentas disponíveis no site do projeto Conexão Educação, mas duas delas merecem destaque. Uma delas, sobre a qual já comentamos um pouco, é o Docente Online, que permite aos professores lançarem notas e frequência diretamente pela internet.

A outra ferramenta é o Boletim Online. Essa é voltada não para os profissionais que atuam na rede pública de ensino, mas sim para os alunos, pais e responsáveis. É possível acessar o sistema, utilizando o número de matrícula da criança, e buscar pelas notas e presença.

Isso mesmo, agora alunos, pais e responsáveis podem acompanhar de perto o rendimento acadêmico dos filhos. Tudo graças ao projeto Conexão Educação, que está levando para o mundo digital o que no passado era um trabalho manual – e demorado.

Como acessar o projeto Conexão Educação

Por se tratar de um projeto digital, o acesso a boa parte dos recursos disponíveis no site do projeto Conexão Educação demanda cadastro. Isso significa que os interessados devem procurar previamente a instituição de ensino, fazer um cadastro e obter os dados de acesso.

Depois disso, basta acessar o link desejado – como é o caso do Docente Online, cujo acesso é disponível apenas para os professores. Ao entrar, preencha os campos com as informações de login (usuário e senha).

Para alunos, pais e responsáveis que desejam pesquisar a nota ou frequência dos filhos através do Boletim Online, o procedimento não demanda cadastro. Os dados a serem informados são o ano letivo, o período letivo, o número de matrícula do aluno e a data de nascimento.

Com esses dados é possível acessar o sistema e acompanhar de perto os dados lançados pelos professores responsáveis pela turma frequentada pela criança. Tudo sem burocracia e de graça.

Gostou? O projeto Conexão Educação é uma grande novidade e está mostrando resultados. Ao reduzir a burocracia dos processos, os professores, diretores e funcionários possuem mais tempo para cuidar do que realmente importa: permitir o crescimento acadêmico dos alunos.

Leave a Reply